Não tem Importância

Todos os dias, quando abro os portais de informação nacionais e locais, sofro com notícias sobre as tais “celebridades”, em campeonatos de exibicionismo, futilidade, boçalidade e desatino. Fazem “revelações” sem conteúdo, representam “dramas” sem enredo, “ousam” comportamentos esdrúxulos e dão declarações sem nexo, ou melhor, sem nexo mas com sexo, como dizia um amigo meu. Nos primeiros meses do ano a situação se agrava, porque, além dos tolos rotineiros, desfilam na minha tela os maiorais do biguebróder, sempre com destaque desproporcional ante os informes artísticos e culturais de verdade.

E por falar em cultura, entre os dias 6 e 9 de março último, o jovem prodígio e campeão mundial de xadrez, Magnus Carlsen, esteve na Festa da Uva, em Caxias do Sul, onde ministrou seminário, jogou dois torneios e duas simultâneas – uma convencional e outra às cegas, contra jogadores cegos. Praticamente em qualquer país esse acontecimento seria um fenômeno midiático. Aqui, foi simplesmente ignorado pela imprensa.

Carlsen tem 23 anos. Gênio entre os gênios é, contudo, uma pessoa simples, que encara com naturalidade o próprio talento. Não cultiva excentricidades. Discreto, apresenta-se sempre sóbrio e gentil. Diverte-se jogando futebol. Gosta de ler. Valoriza a família, que igualmente o valoriza. Em suma, um modelo interessante, nesse mundo carente de bons modos.

O xadrez é reconhecido mundialmente como atividade cultural e desportiva de primeira grandeza. Mesmo no Brasil, onde nunca foi popular, tem sido adotado com sucesso em escolas públicas e privadas, com reflexos expressivos sobre o desenvolvimento educacional dos estudantes. E, malgrado a falta de tradição, temos também o nosso herói enxadrista, Henrique Mecking, o Mequinho, que em 1973 esteve na terceira posição do ranking mundial da FIDE, atrás apenas dos lendários Victor Korchnoi e Anatoly Karpov.

Ao contrário das celebridades de ocasião, os enxadristas têm carreiras longas, em que a disciplina é fundamental para o sucesso continuado. Viajam, aculturam-se, aprendem idiomas e contribuem para a integração entre os povos. Profissionais ou amadores, estudam, dialogam e criam a vida toda, afastando de si a demência precoce.

Ora, a presença de Magnus Carlsen no Brasil seria uma ótima ocasião para incentivarmos meninas e meninos a se dedicarem esse jogo que também é ciência e arte, cultivando hábitos saudáveis e produtivos, com o que colheríamos bons frutos de inteligência, civilidade e saúde pública. O xadrez, porém, não está entre as provas do biguebróder. Portanto, não tem a menor importância.

4 ideias sobre “Não tem Importância

  1. Vanessa Santana

    Rapaz, eis agora meu comentário – meio ignorante, talvez. Mas é lendo notas como esta que me vem o impulso de dizer: EU TENHO VERGONHA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. Pode soar algo ‘da metida a besta que só valoriza o estrangeiro’ mas, é fato sabido que o brasileiro tem educação (em diversos âmbitos) muito aquém de outras nações!
    Claro que temos diversas coisas de que nos orgulhar, e é certo também que não podemos generalizar, pois existe uma parcela da sociedade que não se inclui nisso.
    Mas é inevitável a ânsia de vômito ao ver os pontos que o Big Brother atinge de audiência – entra ano e sai ano!
    Lamentável essa latente manifestação de futilidades, cada vez mais intensa na sociedade capitalista e que atinge em cheio o Brasil (sem entrar em questões de política, ou a falta dela, pra o desenvolvimento intelectual das pessoas). Tsc tsc tsc….

    Resposta
    1. Cláudio Amorim Autor do post

      Prezada Vanessa,

      Grato pelo comentário.
      Pondero que a televisão de baixo nível tem larga audiência pelo mundo afora, não só no Brasil.
      Cabe à parcela politizada da sociedade ser mais ativa na promoção do que é bom e belo, e mais intransigente na rejeição do que não presta.
      Desde o Brasil Colônia, nunca priorizamos a educação. Portanto, o atual estado de coisas não surpreende. Acredito, contudo, nas mudanças para melhor, com esforço, sabedoria, coragem e perseverança.

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s